COVID-19: A HORA É DE ACÇÃO E NÃO DE PALAVRAS!

COVID-19: A HORA É DE ACÇÃO E NÃO DE PALAVRAS!

Está na hora de, os médicos guineenses, sobretudo, e todos os Profissionais de Saúde, residentes na Guiné-Bissau, que ainda continuam a trajar-se com uniformes de executivo, nas vestes de políticos e não de profissionais de saúde, vestirem as suas batas, fazendo-se acompanhar dos seus instrumentos básicos de trabalho, em prol da Missão de Salvar Vidas e não de fazer política!

Como dizia Amilcar Cabral, o momento é de Acção e não de Palavras…!

O nosso Agradecimento e Reconhecimento, de sempre, a todos os profissionais de Saúde na Guiné-Bissau, que nunca misturaram a Saúde, o Bem-Estar Colectivo, com politiquices.

Positiva e construtivamente.

Didinho 27.03.2020

COVID-19 – A NOSSA EXPERIÊNCIA, PROF. DOUTOR JOAQUIM SILVA TAVARES

COVID-19 é uma doença causada pelo Coronavírus SARS-Cov-2(SARS =severe acute respiratory syndrome)

Da mesma forma que aconteceu com o H1N1 e o SARS, ainda há quem pense que as consequências do coronavírus são mais propaganda de alguns grupos económicos com o fim de lucrar com o pânico e medo do desconhecido.

Para não inundar os leitores com a imensa literatura que encontro todos os dias, divagando sobre COVID-19, vou contar uma experiência directa que tive com 3 doentes infectados com COVID-19.

No dia 13 de Março, sexta-feira (acreditam em superstição?), recebemos um paciente nos cuidados intensivos, um “jovem” de 54 anos, cozinheiro num dos casinos de Las Vegas: admitido com febre e pneumonia na radiografia. Inicialmente, como estava “estável”, disse ao hospitalista e à enfermeira, que só iria entrar no quarto, estando isolado (porque o diagnóstico diferencial incluía o covid-19) e se o paciente mostrasse sinais de descompensação (para evitar aumentar o número de profissionais em contacto com o paciente).

Duas horas depois desta conversa, a enfermeira saiu do quarto dizendo: o doente está confuso, a saturação está só a 65%.

Entrei na antecâmara, coloquei o PAPR (power air-purifying respirator) e o PPE  (personal protective equipment), para de seguida entrar no quarto: o doente estava a respirar a 40% por minuto, confuso, e  mesmo depois de oxigénio a 100%, a saturação estava a 65%.

Entubei o doente com as precaucōes recomendadas pela OMS e a Sociedade de Cuidados Intensivos, e começamos o protocolo da ARDS Net (a radiografia, em menos de 3 horas mudou de manchas brancas para completamente branca-em termos leigos-quase nenhuma troca de oxigénio nos pulmões).

O doente ainda está vivo, mas a esposa dele, admitida 2 dias depois dele, faleceu ontem. A filha ainda está nos cuidados intensivos.

Imagem 1 – cozinheiro infectado


Imagem 2 – Esposa do cozinheiro infectado

Imagem 3 – Esposa do cozinheiro infectado

O hotel onde o indivíduo trabalha fechou as portas temporariamente.

Por 14 dias seguidos depois deste contacto, tenho trabalhado, mas com monitorização contínua da minha temperatura, sintomas de tosse, etc.

Mas estou bem de saúde e preparado para mais encontros.

Estamos experimentando com a hydroxychloroquine (vamos a ver; “se tivesse “siti malgoss – azeite amargo de óleo de palma”, também iria experimentar – brincadeira à parte!!!)

No nosso hospital também oferecemos ECMO (extracorporeal membrane oxygenation), forma de suporte artificial temporário dos pulmões e coração); Até agora, como Director do nosso programa de ECMO (único no estado de Nevada), ainda não aprovei nenhum ECMO interno ou por transferência de um outro hospital, devido a riscos de infecção, materiais de protecção disponíveis, etc), mas, da maneira como os casos estão aumentando, qualquer dia temos que usá-los num doente.

Todo o cuidado é pouco, por isso há que: lavar as mãos, evitar contacto por menos de 2 metros, usar chlorox para desinfectar, etc.

Este vírus existe, este vírus pode ser devastador, não é propaganda; Isto é para todos e sobretudo, para alguém que tem “close encounters” todos os dias com alguém infectado ou com alguém suspeito, e todos somos suspeitos.

Stay Safe (principalmente membros provedores de Saúde)-We need all of you!

Djoca 25.03.2020

Joaquim Tavares, MD,FACP,FCCP,DABSM,FAASM,EDIC,RPSGT

Medical Director, ECMO Program at Sunrise Hospital and Sunrise Children’s Hospital

Um Génio Guineense nos Estados Unidos da América…

Enquanto os interesses pessoais e de grupos, na Sociedade Guineense, continuam a privilegiar a apoteose de políticos e governantes guineenses, sem quaisquer obras dignas de registo, a bem do País e do Povo, volvidos 46 anos de independência nacional, não deixa de ser curioso, os Guineenses ignorarem, outros filhos da terra, distintos ACADÉMICOS e PROFISSIONAIS, ao mais alto nível das suas áreas de formação e acção, e fora do contexto da politiquice e do partidarismo do Estado, e que exercem, com Dignidade e Orgulho por serem Guineenses, e elevarem bem alto, ao topo, o nome da Guiné-Bissau, em diversos Países do Mundo, entre os mais desenvolvidos do nosso Planeta.

Por que os ignoramos?

Por que endeusamos este ou aquele, apenas por serem líderes partidários, e ignoramos todos os demais FILHOS da Guiné-Bissau, onde quer que se encontrem?

O Professor Joaquim Silva Tavares, conhecido entre os Guineenses por Djoca, é o meu Génio Guineense, como já manifestei por diversas vezes. Cada um de nós tem, obviamente, o seu Génio, e eu respeito o(s) Génio(s) de cada um.

Desde que está nos Estados Unidos da América, e já lá vão muitos anos, tem sido o rosto Guineense das Ciências Médicas, entre o Ensino, a Investigação e os Cuidados com os doentes, ao mais alto nível, com Distinções e Reconhecimentos nessas 3 vertentes e que orgulham qualquer Guineense.

Por estes dias voltou a merecer mais um importante reconhecimento, só ao alcance dos melhores, na sua área de formação, cuja nota partilhamos neste artigo.

Parabéns ao nosso Génio Guineense, Professor Doutor Joaquim Silva Tavares (Djoca)!

Parafraseando o nosso também ilustre académico Dr. Huco Monteiro: “Fidjo di Guiné Bali Pena!”

Positiva e construtivamente.

Didinho 08.09.2019

Artigos de referência sobre o Professor Doutor Joaquim Silva Tavares (Djoca)

Da Guiné-Bissau aos Estados Unidos da América, o percurso de um Génio

Um Génio Guineense na lista dos melhores médicos nos Estados Unidos da América

ORGULHO GUINEENSE – DR. JOAQUIM SILVA TAVARES INTEGRA A LISTA DOS TOP DOCS 2015

Espaço SAÚDE

Djoca – Nô Djunta Mon