A minha luta é pela Guiné-Bissau, Meu Partido…

Não devo nada a ninguém; não me propus nunca, a apoiar/defender nenhum partido político ou candidato a qualquer exercício de poder do Estado;
Nunca recebi, ou estive à espera de receber qualquer contrapartida pelo que penso e escrevo sobre a Guiné-Bissau.

A minha luta é pela Guiné-Bissau, Meu Partido e, pelos meus irmãos Guineenses, sobretudo, os mais desfavorecidos!

Se alguém está frustrado por via dos seus interesses terem sido beliscados com o anúncio dos resultados oficiais provisórios da eleição presidencial, lamento, mas nada tenho a ver com isso!

Vivi e continuarei a viver sempre, do meu trabalho, digno, honesto, fora do meu País, porquanto ter sido sempre excluído (e visto como inimigo e alvo a abater) da participação contributiva em prol do Interesse Nacional.

Do que se queixam a meu respeito?

O que fizeram em nome da Cidadania para ajudar a despertar a consciência de um Povo há muito hipnotizado e, consequentemente, para mudar a mentalidade desse mesmo Povo, pela Positiva?

Do que se queixam, vós que alegais ser expoentes máximos do conhecimento científico, face a um simples “analfabeto”…?!

Didinho 01.01.2020

Cidadania e Direitos Humanos, Didinho, Política, Sociedade,

Fernando Casimiro

View posts by Fernando Casimiro
Didinho (Fernando Jorge Gomes da Fonseca Casimiro) nasceu em Bissau, República da Guiné-Bissau, em 15 de agosto de 1961 onde fez os seus estudos primários e secundários. Desportista polivalente, foi professor de Judo, tendo participado nalgumas manifestações nacionais e internacionais da modalidade. Em novembro de 1981, deixou Bissau, rumo a Angola, onde veio a ingressar na marinha mercante grega, tendo em 1984 atingido o posto de Oficial Maquinista Naval. Viajou um pouco por todo o Mundo, registando um histórico de 70 países visitados. Após deixar a marinha mercante em 1988, fixou residência em Portugal, onde trabalhou na área de Manutenção Industrial e Metalomecânica até maio de 2015. Empenhado no desenvolvimento e promoção do seu país, criou em 2003 o Projeto “Guiné-Bissau: Contributo” com o objectivo de sensibilizar a opinião nacional e internacional para os problemas da Guiné-Bissau e de contribuir para a busca de soluções para os mesmos. Frequentou o curso de licenciatura em Ciências Sociais, tendo a Ciência Política e a Administração Pública como áreas de especialização. É Consultor para assuntos Políticos, Comunicação e Informação. Autor de vários artigos, nomeadamente sobre a Guiné-Bissau, colabora com diversos órgãos de informação. Humanista, pensador, escritor, poeta, fotógrafo, ativista social, analista e cidadão político, assim é a abrangência multifacetada de um homem simples e apaixonado pela Vida. É sócio efetivo nº 1441 da Associação Portuguesa de Escritores desde 23 de maio de 2017 A 09 de Maio de 2018 publicou o seu primeiro livro de poesia, intitulado MINHA TERRA, MEU UMBIGO, sua 4.ª obra literária, depois de: 1 – O MEU PARTIDO É A GUINÉ-BISSAU – COLECTÂNEA DE TEXTOS EDITORIAIS – VOL. I – 16.08.2016 2 – O MEU PARTIDO É A GUINÉ-BISSAU – COLECTÂNEA DE TEXTOS EDITORIAIS – VOL. II – 22.08.2016 – EUEDITO. 3 – O MEU PARTIDO É A GUINÉ-BISSAU – COLECTÂNEA DE TEXTOS EDITORIAIS – VOL. III – 08.10.2016 – EUEDITO.