DIA DE NO FALAR MAL DA GUIN-BISSAU


 

 

Kharan Dabo

14.12.2012

Escrever sobre a crise na nossa Guin-Bissau seria redundante e aborrecido. Ao longo destes meses,ps golpe do 12 de Abril, muito se debateu,argumentou,opinou,com ou sem fundamento,quanto a tragdia nacional.

Naturalmente,sou um guineo-optimista,um cidado que acredita sempre na Guin-Bissau e nos seus filhos. Sou da corrente que cr sempre haver uma soluo para todos os problemas, por mais complicados que sejam.

A minha gerao nasceu independente. No lutamos nas matas contra o jugo colonial portugus. Nascemos livres. Sonhamos com uma Guin-Bissau desenvolvida, em Paz e onde todos sejamos felizes.

Os males so fruto da nossa teimosia em temer ser felizes. Em acordar, olhar ao espelho e dizer que no gosto do que vejo e no dos que vejo.

Um povo, com uma histria de resistncia e vitrias como a nossa, no pode deixar que a sua auto-estima seja chutada e maltratada por todos.

Ns somos um povo herico, somos uma nao de filhos brilhantes. Ofende, di, quando lanamos a primeira pedra contra a PTRIA.

Porque que no podemos gostar do que somos?

Eu procuro manter-me o mais informado sobre o pas. Leio todos os blogues, jornais e oio todas as rdios. O denominador comum de alguns, lamentavelmente, ainda o pessimismo.

Contribumos para que a mensagem nos caracterize como golpistas, traficantes de droga, incompetentes, corruptos e analfabetos. Permitimos que o desrespeito pela nossa histria acontea diariamente.

At quando?

No sou hipcrita nem ingnuo. A realidade me aflige, o presente no uma fotografia bonita. Sofro como todos os meus conterrneos, pelos erros que a nossa jovem Guin-Bissau vai cometendo.

Quem sou eu para defender o atual estado de coisas. Coisas que alis so bem nossas, como diria o saudoso poeta Jorge Ampa.

No h mal que perdure....

Vamos fazer o extraordinrio, vamos falar bem da Guin-Bissau por um dia que calhe.

Digamos ao tuga, ingls, chins, americano, ao mundo que o nosso pas lindo. Tem rios e mar de fartura, verde de esperana, o sorriso das suas crianas, a bravura dos seus homens e a beleza estonteante das suas mulheres.

O nosso caldo de tchebem maravilhoso, o nosso kriol potico, o nosso n'gumbe hipnotizante.

O pas de Amilcar Cabral um orgulho de Africa. Ajudamos a libertar Cabo Verde, Angola, Moambique, So Tom e Prncipe.

Contribumos para o derrube da Ditadura em Portugal. Apesar de tudo isso no subestimamos nem odiamos ningum.

O povo Guineense digno.

 

Kharan Dabo

 

 COMENTRIOS AOS DIVERSOS ARTIGOS DO ESPAO LIBERDADES


VAMOS CONTINUAR A TRABALHAR!

associacaocontributo@gmail.com

www.didinho.org

   CIDADANIA  -  DIREITOS HUMANOS  -  DESENVOLVIMENTO SOCIAL